Whisky

Whisky

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Desvendando Nº 49: Grant's Family Reserve

Finalmente, após um período merecido de férias, estamos de volta e retomando as atividades do blog. Espero que os leitores tenham tido um ótimo final de ano, aproveitado bem as festas e entrado com o pé direito em 2017. Este ano promete. E aqui no blog terá muitas novidades. Começaremos as atividades deste ano com o review de um blend bem conhecido no mercado, bem acessível e de ótimo custo benefício.


A Wiliam Grant & Sons é recohecidamente uma propriedade de família independente por convicção. Como tal, não é tão surpreendente descobrir que a base de sua série de blended whiskies é seu próprio single malt Glenfiddich, combinado com The Balvenie e o pouco conhecido Kininvie, da terceira destilaria do extenso complexo de Speyside.

O que talvez não seja tão valorizado é que Grant's também produz o próprio whisky de grão, e o faz desde 1963, quando uma divergencia entre a Distillers Company levou Charles Gordon, bisneto do fundador, a acreditar que os suprimentos de whisky de grão poderiam estar vulneráveis. Determinado a não confiar no acaso, resolveu construir uma destilaria de grão em Girvan. 

Historicamente, não se trata de um grande centro de destilação. Gordon escolheu o local pela facilidade de acesso ao porto próximo, onde os carregamentos de milho americano podiam ser entregues com segurança e tranquilidade. Ironicamente, tal foi o sucesso dos blends Grant's que uma nova destilaria foi inaugurada em Girvan para fornecer malt whisky adicional, a Ailsa Bay. O blend mais vendido do conjunto é o Grant's Family Reserve, que possui praticamente distribuição mundial. A produção de blended whisky permanece fiel à garrafa triangular que caracteriza as bebidas da empresa.


O que pude perceber:
Características: cor palha claro, médio corpo.
Aroma: defumado, álcool pouco perceptível. Whiskies de grãos suaves combinados com um malte agradável. Cereais. Amadeirado. Baunilha. Adicionando um pouco de água fica mais suave e floral. O álcool some definitivamente, tornando-se quase imperceptível. O defumado diminui e a baunilha fica um pouco mais evidente. Os cereais continuam mostrando as caras. Com uma pedra de gelo pronuncia ainda mais os whiskies de grãos. Cereais e baunilha predominam. O defumado some. Continua suave.
Paladar: suave, um pouco frutado e cereais. É cremoso no palato. O álcool continua não muito perceptível. A baunilha aparece junto com o amadeirado. O defumado sentido no aroma não é precebido no paladar. Finalização seca e média. Com um pouco de água continuam os cereais, provenientes dos whiskies de grãos, só que agora mais acentuados. Fica mais doce e a baunilha se sobressai, junto com um amadeirado dos barris. Com uma pedra de gelo continua os cereais, desta vez, com um toque um pouco amargo. Os whiskies de grãos tomam conta. A finalização também fica um pouco amarga.

Na minha opinião um whisky simples que pode agradar muitas pessoas. Fácil de beber, servirá como um parceiro para o dia a dia pelo seu sabor agradável e não ser muito forte. Conheço muita gente que tem o Grant's como seu whisky favorito. O gelo não funcionou muito bem neste whisky. Funcionou melhor puro ou com a adição de um pouco de água.

É um whisky com bom custo benefício mas, confesso que prefiro o restante da família, já apresentada aqui no blog.




Grant's Family Reserve

Blend Teor Alc 40%


Um nariz de Speyside inconfundível, com notas de malte. Uma sensação gustativa firme, com equilíbrio entre a doçura da banana e da baunilha e as notas de malte amargo. Limpo, mas muito complexo, com final longo e uniforme.

6 comentários:

  1. Bom retorno, Michel! Esse é um whisky mundial mesmo, é difícil encontrar uma pessoa interessada em whiskys que nunca tenha tomado um Grant's. Gostei da sua análise. Eu consegui a versão Distillery Edition com 50% de ABV e é bastante parecido com o Family Reserve, só que muito mais intenso e mais doce! Abraços, Cesar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Cesar. É verdade. Lembro do Grant's desde a infância. Pelo menos lembro da consagrada garrafa triangular, hehe. Espero ainda conseguir a versão Distillery Edition. deve ser intenso mesmo, com mais sabor. Continue acompanhando. Um abraço.

      Excluir
  2. ola michel. sabe o que eu acho? que a gente é meio suspeito em se tratando do grants. que não tem uma historia parecida em que o pai costumava tomar esse whisky. eu me criei em ver meu pai tomando esse whisky e presenteando os amigos no final de ano.então eu acho que a gente cria um vinculo com essa marca. eu realmente adoro esse whisky,pro meu paladar ele é leve macio, floral simples assim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Grant's é o whisky standard preferido de vários amigos, e todos falam exatamente o que você citou, que cresceram conhecendo pelo menos alguém que possuísse a garrafa. Gosto também dele e, principalmente, de suas versões Nr1 e Nr2. Um abraço.

      Excluir
  3. Prezado Michel,

    Mais uma vez seguindo os reviews, resolvi adquirir o Grant's Family Reserve. Minha versão custou R$ 77,00 e veio com um copo com o nome do whisky (achei bem bacana o brinde, rs.).

    O que eu pude sentir: Whisky bastante suave, bem suave mesmo. Floral, um pouco de madeira, um pouco de baunilha. No olfato o álcool foi mais intenso do que eu acreditava que seria. No paladar ele não é muito evidente. Finalização curta.

    No geral um bom whisky. Gostei pelo fato de ser o primeiro floral que degustei. Os que já possuo/já degustei, em sua maioria, são mais amadeirados ou frutados. Todavia, achei ele suave demais para o meu paladar. Acredito que possa ser bem agradável para as senhoras.

    Um abraço meu amigo!

    ResponderExcluir
  4. João João Escapismo, obrigado por compartilhar suas impressões. Isto ajuda muita gente que está pensando em comprar o whisky. Quanto mais informações puderem juntar, melhor. E é sempre bom ouvir a opinião de outras pessoas. Continue contribuindo. Um abraço.

    ResponderExcluir

Dê sua opinião: