Whisky

Whisky

terça-feira, 31 de maio de 2016

Desvendando Nº 40: Chivas Regal Extra

O primeiro lançamento da Chivas após quase dez anos, quando lançou sua expressão de 25 anos.


Criado a partir de uma mistura excepcional de whiskies raros e envelhecido em barris de sherry Oloroso da Espanha, é um blend único. O segredo para o seu sabor encontra-se na rica doçura do sherry espanhol reagindo com a madeira do barril. O resultado é um whisky que é profundo no aroma, rico no sabor frutado e generoso na doçura. Para os apreciadores exigentes, é uma experiência de sabor sem igual.

Quem quiser saber mais sobre a Chivas, basta clicar aqui.

O que pude perceber:
Aspecto: cor âmbar médio, de médio corpo para encorpado.
Aroma: o primeiro aroma que se nota quando se enche o copo é o de ameixas. Porém, quando se aproxima o copo das narinas, o álcool é que se pronuncia. Depois, confirma o aroma inicial sentido, de ameixas desidratadas. As características dos tonéis de jerez também são muito perceptíveis, tomando conta do aroma. Mesmo com o jerez se sobressaindo, entregando algumas notas picantes como canela e uma pitada de gengibre, dá para sentir também um certo adocicado, de chocolate ao leite. A característica frutada também está presente. Lembra um pouco de terra molhada. Com um pouco de água o aroma fica mais seco, o álcool diminui, acentua as características do jerez e permanece aquela sensação de terra molhada. O álcool agride menos as narinas. Com uma pedra de gelo, o aroma fica mais refrescante, mentolado mas, no geral, todas as notas se contraem, permanecendo as características do jerez bem no fundo, quase em segundo plano.
Paladar: seco, grãos, picante, quente. Confirma as ameixas, o frutado e as características do jerez. Há uma leve nota de baunilha juntamente com amêndoas. Deixa uma leve dormência na boca e finaliza com especiarias. Com a água fica mais aveludado, mais redondo, as notas dos whiskies de grãos somem dando lugar à predominância do jerez com suas notas apimentadas, condimentadas. A finalização continua quente e apimentada. A adição de uma pedra de gelo muda quase que totalmente a bebida, fazendo com que as especiarias deem lugar ao frutado, com um toque mentolado. A finalização fica curta, desta vez não é quente, pelo contrário, é refrescante, sem as especiarias, mas com o frutado.


É um whisky bastante cremoso. Demorei um certo tempo para compreendê-lo. Talvez por estar acostumado com o Chivas 12, com suas características frutadas e doces, porém suaves. Este é contundente. Logo de cara ele já surpreende com o aroma forte do jerez e o álcool pronunciado, o que eu não esperava. Isso me chamou bastante a atenção e o álcool me incomodou um pouco. Leva um tempo para se acostumar e driblar estes aromas, a fim de que se possa perceber outras notas. Desta maneira, recomendo adicionar um pouco de água para abrandar o álcool e, assim, poder perceber as outras nuances do whisky. Com relação à sua maturação, os tonéis de jerez fazem toda a diferença. Sua influência é perceptível desde o início e toma conta do espetáculo.

Embora seja um whisky NAS, foi trabalhado para preencher a lacuna entre o Chivas 12 e o Chivas 18 anos. E achei que cumpriu bem esta tarefa. Tem uma qualidade excepcional para um blend nesta faixa de comercialização. No geral, a Chivas conseguiu entregar uma bebida de qualidade superior à um preço não tão abusivo para o nosso mercado. Ótima opção para quem quer experimentar um blend “que não é igual aos outros”. Quando se inicia no mundo do whisky, a tendência é achar que os blends são todos parecidos. Mesmo um novato irá notar a diferença neste Chivas Extra. Uma prova de que pode-se fazer ótimos whiskies sem levar em consideração sua idade.




Chivas Regal Extra

Blend Teor Alc 40%

Doce e frutado com toques de peras maduras, caramelo, baunilha, canela, café amanteigado, chocolate ao leite e fundo de amêndoas.


8 comentários:

  1. Ótima postagem. Muito bom blended. Eu gostei muito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Filipe Vidal. Continue acompanhando. Abraço.

      Excluir
  2. É isso mesmo, perfeita analise... O meu review deste está programando pra amanhã...

    ResponderExcluir
  3. Obrigado José Tiago de Castro. Aguardo seu review para poder comparar. Abraço.

    ResponderExcluir
  4. Chivas Extra se tornou o meu whisky do dia a dia, muito bom e fácil de beber, com preço acessível... custo/benefício 10!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcelo Augusto, o Chivas Extra realmente tem um ótimo custoxbenefício e é um excelente whisky para o dia a dia. Um abraço e continue acompanhando.

      Excluir
  5. Eu adorei, especialmente pelo custo/benefício. É mesmo quase um 18, também tive essa impressão.
    Tomei ao mesmo tempo 12 e Extra para comparar e ficou nítido o sabor superior do Extra.
    Percebi que o Extra é mais aveludado e não deixa aquele leve amargor do 12 no fim.
    Vale destacar que foram doses iguais e sem gelo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Chivas Extra é diferenciado mesmo, sem dúvida. Pena ter subido muito de preço ultimamente.

      Excluir

Dê sua opinião: